[RESENHA] Contos da Seleção: O Príncipe & O Guarda – Kiera Cass

1501532_408425499291100_238117087_o

Título: Contos da Seleção
Autora:
Kiera Cass
Editora:
Seguinte
Páginas: 
264
Classificação: 
4/5

O conto O príncipe não só proporciona um vislumbre das reflexões de Maxon nos dias que antecedem a Seleção, como também revela mais um pouco sobre a família real e as dinâmicas internas do palácio. Descobrimos como era a vida do príncipe antes da competição, suas expectativas e inseguranças, assim como suas primeiras impressões quando as trinta e cinco garotas chegam. Para America, a vida antes da Seleção também era muito diferente. A começar pelo fato de que ela estava completamente apaixonada por um garoto chamado Aspen Leger. Criado como um Seis, ele nunca imaginou que acabaria se tornando membro da guarda do palácio. Em O guarda, acompanhamos Aspen a partir do momento que o grupo de trinta e cinco garotas da Seleção é reduzido para a Elite, conhecemos sua rotina dentro das paredes da casa da família real — e as verdades sobre esse mundo que America nunca chegou a conhecer.

O Contos da Seleção é um livro extra da serie A Seleção de Kiera Cass que foi publicado antes do lançamento do terceiro volume da saga, A Escolha. Este livro esta dividido em três partes, o primeiro conto é O Príncipe, contando uma breve versão de Maxon como era sua vida antes da Seleção e depois que conheceu America, o segundo conto é O Guarda narrado pelo ponto de vista de Aspen vivendo no palácio dentro da A Elite e a terceira parte é um bônus que Kiera nos disponibiliza para ficarmos mais por dentro da historia.

Em O Príncipe temos a oportunidade de conhecer um pouco melhor a vida de Maxon, um jovem esperto, que tem amizades e vive sobre influencias do pai, um rei muito ambicioso que só pensa nas alianças e não no bem estar do filho. Neste livro vemos Maxon determinado, disposto a dar o melhor de si pelo país.

Kiera nos mostra a manipulação do governo de Illéa, a influencia do rei na Seleção, as escolhas das candidatas, ninguém estava lá por sorte, foram todas escolhidas a dedo.

Houve um breve momento entre Maxon e América, mostrando o primeiro encontro deles na versão do príncipe, devo dizer que amei, Maxon foi um fofo, deu para sentir que ele se apaixonou por ela no mesmo instante em que ele colocou seus olhos nela, ate mesmo depois de um desentendimento entre eles Maxon parecia adora-lá.

“Ela era linda, ainda que um pouco rústica. Era uma beleza incomum, e pude reparar que ela não tinha consciência disso. Ela não parecia ter nenhum ar de realeza, embora talvez houvesse algo de nobre em seu orgulho. E, claro, ela não nutria qualquer desejo por mim. Ainda assim, não conseguia me livrar do impulso de ir atrás dela. E foi assim que a Seleção me prestou seu primeiro favor: com America no palácio, eu teria a chance de tentar.”

Em O Guarda eu me apaixono ainda mais por Aspen, um soldado guerreiro e fiel, disposto a lutar por aquilo que é justo, disposto a reconquistar o coração de America, um jovem apaixonado que faria tudo por amor.

Kiera nos conta alguns segredos sobre os rebeldes, as decisões tomadas pelo rei em que na maioria das vezes não agrada quem trabalha para ele, os horários de vigia de Aspen e como ele conseguia marcar seus encontros escondidos com America dentro do palácio.

Confesso que o conto do O Guarda me agradou muito mais que O Príncipe, vemos a historia mais sofrida de Aspen, o desespero da fome que passou até se tornar um guarda real.

“Sabemos que você é forte (…), mas aceitar ajuda também é um tipo de força.” Suas palavras quase me deixaram sem ar. Desejei que alguém tivesse dito aquilo para mim meses antes. Eu poderia ter evitado tanta dor…

A terceira parte do livro vem com três capítulos da A Escolha; uma entrevista com Kiera Cass; a lista completa das selecionadas; lista das castas; árvore genealógica de América Singer, Aspen Leger e de Maxon Schreave; vem com a Playlist oficial de A Seleção e da A Elite; nessa parte do livro achei interessante para melhor conhecimento do leitor, mas não considero uma leitura obrigatória.

Enfim, esse livro serviu relembrar um pouco do que já tinha acontecido nos livros anteriores e entender mais sobre o governo de Illéa e o que se passa na cabeça Maxon e Aspen, é uma leitura fácil e rápida, indico para quem é fã da A Seleção.

Anúncios

5 comentários sobre “[RESENHA] Contos da Seleção: O Príncipe & O Guarda – Kiera Cass

  1. Um complemento perfeito pra uma serie incrivel!!! Como não amar mto mais nossos garotos depois de conhecê-los tão bem? :D<3 Amei a resenha amiga!!!!

    Curtir

  2. Olá, tudo bem!?
    Vi seu recadinho no skoob e vim visitar o seu blog.
    Muito fofo e bem vinda ao mundo blogueiro literário.

    Quanto, a esse livro, eu não o li ainda. Aliás, eu tava pensando em dar uma olhada na parte do Maxon, que é a parte que me deixou mais curiosa. Agora, falando em copilação, vi que vai sair nos Estados Unidos em outubro, uma chamada ‘Happily Ever After’ e nela vai ter não só esses três, como mais um monte de outras coisas, até ilustrações… Vou dar uma olhada nesse, porque terá um “aonde eles estão agora?” e um epílogo de bonus.

    Enfim, bem vinda novamente.
    Bjos, Carla!!!
    http://lapiselivros.blogspot.com.tr/

    Curtir

    • Oii Carla, tudo bem sim e com você?
      Obrigada por visitar meu blog, fico muito feliz pela sua contribuição!
      Legal, eu tbm vou querer da uma olhada nesse “Happily Ever After”, ainda mais por causa das ilustrações!
      Obrigada Carla, visitarei seu blog!
      Beijos!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s