[RESENHA] O Visconde Que Me Amava – Julia Quinn

o-visconde-que-me-amavaSINOPSE: A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva. Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela. Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele. Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.

Romance Histórico  304 Páginas  Editora: Arqueiro ✰ Classificação: 5/5  Favorito

O Visconde Que Me Amava é o segundo livro da série Os Bridgertons da autora Julia Quinn. Nesse volume somos apresentados a historia de Anthony Bridgertons o primogênito da família.

Anthony Bridgerton acreditava que iria morrer cedo. O motivo era que seu pai, um homem forte e que amava seu filho e lhe dava toda atenção para se sentir querido e amado veio a falecer abruptamente vencido por uma simples abelha com seus 38 anos, desde a morte do pai, Anthony não via em como poderia superá-lo de formal alguma.

O Visconde precisou amadurecer e virar chefe da família aos 18 anos, ele cuidou da sua mãe e seus irmãos, além de administrar a herança deixada pelo seu pai. Aproveitou a vida como um jovem libertino cheio de charme, teve casos com atrizes e cantoras sem se apegar a ninguém. Até que ao chegar perto dos 30 anos, Anthony resolve que está na hora de casar, então decidiu sossegar e procurar uma esposa para produzir um herdeiro.

Anthony tinha três condições para o casamento “bem simples”. Primeiro a futura esposa deve ser bonita e adequada para se tornar Viscondessa. Segundo, ela deve ser inteligente para produzir um herdeiro sábio. E terceiro, ele deveria se sentir atraído por ela, mas não amá-la de forma alguma. Ele acreditava se tornaria tudo mais difícil se envolvesse o amor quando chegasse a hora de ele partir.

Decido a encontrar uma noiva, Anthony escolhe aquela que estão chamando de “O diamante da Temporada” nos bailes de Londres. Edwina Sheffiel. Ela preenche os requisitos para ser sua esposa ideal. Só que há um problema, em um evento ela informou que só se casaria se sua irmã Kate aprovasse o noivo.

Kate Sheffiel tem 21 anos e já esta passando do ponto de se casar. Sua família não tinha dinheiro suficiente para bancar varias temporadas em Londres, então ela precisou esperar sua irmã completar 17 anos para ela irem juntas. O problema é que Edwina é muito linda e isso faz com que Kate fique invisível para os pretendentes. Não que isso incomode Kate, ela não sente inveja da irmã e acredita que Edwina se casara primeiro, ela é super protetora com a irmã e definitivamente Anthony Bridgerton não é o melhor pra Edwina, com seu passado e fama de libertino tudo que Kate deseja, é afastar a irmã dos investidas sedutoras do Visconde.

“Sua intenção era intimidá-la, por isso ele se aproximou cada vez mais até que ela, inocente, ficasse com medo dele. Certamente ela não sabia o que era ter um homem tão perto que o calor do corpo dele penetrasse em suas roupas, tão perto que fosse impossível dizer onde terminava a respiração dele e começava a dela.”

Kate e Anthony desde o primeiro momento que se conhecem, saem faíscas entre eles. Ela pisa no pé dele durante em uma dança enquanto ele a provoca. Nos encontros seguintes, Anthony tenta cortejar Edwina, ele se vê provocando Kate que irrita e desafia Anthony como ninguém jamais fez. Ele sabe que deveria agradar Kate já que a irmã confia totalmente nela na escolha do futuro marido, mas ele não sabe o porquê a provoca tanto e chega ser desagradável com ela. Mas Anthony não pode evitar, Kate mexe com algo dentro dele e logo se vê pensando nela.

“Ele pretendia assustá-la, apavorá-la, fazê-la compreender que jamais poderia intrometer-se nos assuntos dele e sair vitoriosa, mas, em vez disso… Ele a beijou.”

Apesar de saber que Anthony não é um noivo ideal para Edwina, ou até pra ela própria, não consegue deixar de pensar no visconde e toda sua beleza. Ela começa a sentir algo dentro dela que jamais experimentou, algo novo e arrebatador. Anthony tenta se controlar, mas até sua guarda abaixar por apenas um momento. Até quando Anthony e Kate resistirão ao amor que sentem?

“Kate não reconheceria as primeiras centelhas do desejo nem entenderia o calor que atingira seu âmago devagar”.

O Visconde Que Me Amava é um livro muito engraçado, cheio de romance que me proporcionou algumas horas de prazer, a narrativa é muito fluida e leve, assim como no volume anterior O Duque e Eu. Os personagens são encantadores. Anthony mesmo com todas suas neuras ele se mostrou um perfeito visconde, alfa, forte e cheio de vontades mesmo tendo uma fragilidade. Kate é inteligente, engraçada e determinada, mesmo com toda regras impostas pela sociedade daquela época, ela conseguia expressar suas opiniões sem medo.

O final do livro é um pouco previsível e eu achei meio parecido com o final do O Duque e Eu, mas mesmo assim não perdeu o encanto, amei esse livro e indico a todos que desejam um (visconde lindo) livro cheio de encantos com altas doses de divertimento.

“E esse calor estava lá. Ele podia perceber pela expressão dela.”

Recomendo a Leitura!

Anúncios

12 comentários sobre “[RESENHA] O Visconde Que Me Amava – Julia Quinn

  1. Amiga essa resenha exprime exatamente tudo o que esse livro é…lindo, romantico, profundo, leve e encantador!
    Amei o Visconde e claro nossa incrível Kate, uma mulher tão forte pros padrões da época, que não sabe do poder e beleza que tem até descobrir alguém que realmente os valorize… ❤
    Parabéns, sua escrita esta linda e melhor a cada dia… Beijinhos

    Curtido por 2 pessoas

    • Amei esses personagens… Kate foi incrível e Anthony (suspiros) foi perfeito…
      Estou curiosa com o livro “Os Segredos de Colin Bridgerton”. Sempre tive uma paixonite por Colin desde o primeiro livro, adoro o jeito alegre e provocador dele… Mas o próximo será “Um Perfeito Cavalheiro” do Benedict ❤ esses irmãos Bridgertons é de tirar o folego.

      Curtido por 2 pessoas

      • Ah serio? Achei que o terceiro já fosse o do Colin…só o nome do livro já me deixa tão intrigada…estou louca pra saber mais sobre ele…Mas, como Julia vem nos encantando com seus personagens aposto que Benedict não vai ser diferente… 😀 Louca pra começar gêmea… Ler com você é sempre melhor…sempre, sempre ❤

        Curtido por 2 pessoas

        • Esses irmãos são maravilhoso, Julia não nos decepcionaria com Benedict…
          Também estou louca para começar!… Sempre! haha

          Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s