[RESENHA] Grey – E L James

Capa_Grey_16x23.inddSINOPSE: Christian Grey controla tudo e todos a seu redor: seu mundo é organizado, disciplinado e terrivelmente vazio – até o dia em que Anastasia Steele surge em seu escritório, uma armadilha de pernas torneadas e longos cabelos castanhos. Christian tenta esquecê-la, mas em vez disso acaba envolvido num turbilhão de emoções que não compreende e às quais não consegue resistir. Diferentemente de qualquer mulher que ele já conheceu, a tímida e quieta Ana parece enxergar através de Christian – além do empresário extremamente bem-sucedido, de estilo de vida sofisticado, até o homem de coração frio e ferido. Será que, com Ana, Christian conseguirá dissipar os horrores de sua infância que o assombram todas as noites? Ou seus desejos sexuais obscuros, sua compulsão por controle e a profunda aversão que sente por si mesmo vão afastar a garota e destruir a frágil esperança que ela lhe oferece?

Erótico  524 Páginas  Editora: Intrínseca  Classificação: 4/5

Grey contará a história de Cinquenta Tons de Cinza na visão do CEO mais cobiçado, Christian Grey. O livro contém mais de quinhentas páginas de drama, romantismo e dores do passado e muito sexo. Nessa nova versão conheceremos mais a fundo o passado enigmático do Sr. Grey e o que levou ele se tornar um dominador.

“Sabe, às vezes é ótimo ser eu.”

Christian Grey, um CEO de sucesso, quase dono da metade de Seattle, leva uma vida regada de riqueza após construir um império que o deixou milionário, ele é lindo e tem tudo o que precisa sob controle, porém, Grey ainda é atormentado pelo seu passado traumático. Sua infância foi dolorosa demais, ele vivenciou as piores coisas que uma criança de quatros anos poderia viver. Entretanto, o pequeno Christian foi salvo por uma família, seus pais adotivos lutaram por ele, deram muito amor e carinho, mas isso não foi o suficiente para apagar todos os tormentos que viveu.

“E, de repente, sou tomado por uma emoção desconhecida, que rasga meus nervos e ossos, me deixando inquieto e com medo.”

Hoje, Grey precisa ter tudo sobre controle, inclusive a mulher o com quem ele se relaciona. Ele faz contratos para manter a sua “submissa” sob seu controle, roupas, alimentação, hora de falar, entre outras coisas, e quando à submissa desrespeita alguma regra, ela é punida, com palmadas, cintadas, açoites e etc. Grey nunca se envolve emocionalmente com uma mulher, e suas submissas não duram muito tempo. Mas tudo muda quando a desastrada Anastasia Steele aparece em seu escritório para uma entrevista da faculdade.

Anastasia Steele, é doce, inocente e dona de uma beleza simples. Leva uma vida normal em Portland, estudante de literatura e trabalha em uma empresa de materiais para construção. Obcecado pela pequena Srta. Steele, Grey, quebra todas as suas regras que construiu ao longo dos anos, e corre atrás da garota. Mas não será fácil mostrar a Anastasia como uma relação de Dominador e Submissa pode ser muito prazerosa. Ele terá que convencê-la e ela é muito mais esperta do que parece.

“Estendo a mão para ela, no que poderia ser a última vez, e fico surpreso com o sofrimento que esse pensamento me causa.”

E é nesse enredo que somos jogados ao mundo BSDM. As cenas de sexo e o vocabulário típico de new adult está presente na maior parte do livro. O relacionamento de Anastasia e Grey é muito conturbado, ele se recusa a falar do seu passado e Anastasia se sente oprimida.

“Você realmente fodeu com esse acordo, Grey.”

Neste volume conhecemos mais sobre o passado do Grey, os pesadelos que ele tem a noite, sobre sua infância e até compreendemos o porquê ele precisa de controle, foi interessante ter essa visão da vida de Christian, porque no primeiro livro da trilogia Cinquenta Tons, tudo era meio confuso e não dava para entender porque ele agia daquela maneira. A Anastasia parece mais inocente, até um pouco mais sonsa, mas claro, se ela não fosse desse jeito o Grey não teria se interessado por ela.

“Ela joga o cabelo para trás e vai rebolando até o apartamento, me deixando de pé no meio-fio, olhando fixamente feito um bobo. Balanço a cabeça, entro de volta no carro e, ao ligar o motor não consigo me impedir de abrir um grande sorriso idiota.”

Uma coisa que me incomodou muito no livro foi à repetição da palavra “Senhor”, ficou cansativo, e cada vez que essa palavra aparecia me irritava. Mas no contexto geral eu gostei do livro, entendi a proposta da autora, e gostaria que ela escrevesse os outros dois livros na versão do Christian também. A narrativa de E L James é fluida, permite uma leitura rápida, e quem gostou do Cinquenta Tons de Cinza, provavelmente vai gostar desse livro também. Por ter uma dose um pouco maior de drama por conta do passado de Christian, posso dizer que o livro da uma visão diferente da história.

Enfim, esse volume não entra na minha lista de preferidos, mas indico para quem é fã do Cinquenta Tons ou para quem gosta de livros new adult.

“Ela me mandou um beijo.”

Anúncios

9 comentários sobre “[RESENHA] Grey – E L James

  1. Greyyy!!! ❤
    Estou super ansiosa por essa leitura… Grey sempre foi o personagem que mais me encanta nessa série..vai ser incrível descobrir o que se passa em sua mente hehehe
    Amei a resenha gêmea…impecável como sempre!
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    • Eu adorei o Grey desse livro, conhecer a história dele, o passado… Foi muito legal, melhor que no Cinquenta Tons de Cinza! Espero que vc goste!
      Obrigada!
      Beijinhos gêmea ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Leisiane!
    Eu nunca me interessei pela trilogia, então, consequentemente, não me interessei por Grey. Que bom que você gostou da leitura. Isso de acompanhar uma história já conhecida pelo ponto de vista de outro personagem sempre me deixa “com um pé atrás”
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

    • Oii Mari!
      Muita gente não se interessa pela trilogia do 50 tons! Por isso eu não indico muito, esse tipo de livro vai muito do gosto pessoal, sempre gostei de livros adulto, mas confesso que 50 tons não é o meu preferido.
      Eu sempre crio expectativas altas qdo vou ler o livro com o ponto de vista de outro personagem e as vezes me decepciono.
      Beijinhos!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s