[RESENHA] E Viveram Felizes Para Sempre – Julia Quinn

e-viveram-felizes-para-sempreAtenção: A resenha contém spoilers dos livros anteriores, leiam por conta e risco!

Alguns finais são apenas o começo…
Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos.
Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são Os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza.

Pode chorar escrevendo essa resenha? E Viveram Felizes Para Sempre é o desfecho da série Os Bridgertons criada pela autora Julia Quinn. Nesse nono livro vamos nos emocionar com contos, “segundo epílogos” como a autora descreve, de cada romance que escreveu, além de ter um conto especial sobre a matriarca Violet Bridgerton. Todos emocionantes, com um final lindo para cada casal que acompanhamos ao longo da série.

Em O Duque e Eu, vamos saber se finalmente Simon leu as cartas deixadas pelo pai. Mesmo depois de anos ele ainda sente as consequências de uma infância difícil ao lado do pai. Deu para matar a saudade desse primeiro casal da série. Daphne e Simon juntos são incríveis.

O Visconde Que Me Amava melhor conto em minha opinião — mostra Anthony e sua amada e competitiva esposa Kate se preparando para jogar Pall Mall e o famoso taco preto da sorte é disputado pelo casal, onde há ocorre até suborno envolvendo os criados, foi muito engraçado em ver a competitividade e o amor dos dois, ri e chorei de alegria.

e-viveram-felizes-para-sempre

Um Perfeito Cavalheiro, vemos a amada Sophia em busca de um marido para sua querida irmã Posy, ela merecia um final feliz após a rejeição da mãe, e foi lindo ver Benedict e Sophia ajudando a irmã após não receber muitos pedidos de casamento.

Os Segredos de Colin Bridgerton, para quem acompanha a série certinha sabe que Penelope Featherington e Eloise Bridgerton são muito amigas, entretanto Eloise tinha um relacionamento escondido através de troca de cartas e Penelope era nada mais que a Lady Whistledon e guardou esse segredo da amiga. Nesse conto vemos o desespero de Penelope revelar que era autora da coluna mais famosa de Londres, além de Colin participar efetivamente dessa revelação. É tão emocionante, amei esse conto, foi divertido.

“— É muito mais fácil guardar um segredo de mil pessoas do que apenas de uma — disse ele — Há muito menos culpa envolvida.”

Para Sir Philip, Com Amor, vamos acompanhar a história de Amanda, enteada de Eloise. Nesse “segundo epilogo”, a autora narra em primeira pessoa e vemos Amanda se apaixonar perdidamente por um jovem que é sua alma gêmea. Romântico, lindo e encantador.

e-viveram-felizes-para-sempre

“Espero não estar sendo presunçosa quando digo que existem algumas coisas que sei fazer muito bem.”

O Conde Enfeitiçado, acompanhamos a tristeza de Francesca que aos seus 33 anos não conseguira gerar nenhum filho. Michael, seu esposo tão amado e solitário com a mulher sempre a apoiando, eles nunca perderam a química e o desejo. Em uma temporada em Aubrey Haul, Francesca ficará envolvida com amor dos sobrinhos, suprindo assim a falta de um filho, ela não esperava se abrir com a mãe Violet Bridgerton, e isso a fez se sentir revigorada e feliz. Foi o conto mais emocionante.

Um Beijo Inesquecível, mesmo após anos se passarem Hyacinth ainda continua procurando as jóias, até mesmo depois de seu amado esposo ter desistindo acreditando que elas já não estão mais lá e todos nos sabemos que a filha de Hyacinth encontrou essas jóias quando tinha 10 anos, e nesse conto ela está com 19 anos e descobre que a mãe procura por essas jóias há muito tempo. O que será que a garota fez com elas? Se eu já adorava Hyacinth, a filha dela então é maravilhosa, com a mesma personalidade e ousadia da mãe.

A Caminho do Altar, é o conto mais emocionante de todos. A história continua de onde parou no livro anterior, o nascimentos das gêmeas de Lucy e Gregory e as escolhas dos seus nomes. Tão lindos e significativos, entretanto nem tudo é alegria, Lucy tem uma complicação pós-parto o que leva o leitor a pensar sobre o futuro incerto do casal. Foi tão emocionante ler esse conto, Gregory é o mais apaixonado dos Bridgertons e seu desespero por ver a mulher cada vez pior era triste. Lindo e Tocante!

e-viveram-felizes-para-sempre

Para finalizar temos o conto da Violet Bridgerton, “O Florescer de Violet”, sempre me perguntei como a nossa matriarca querida se apaixonou pelo Sr. Edmund Bridgerton, enfim podemos descobrir como foi essa paixão e porque Violet nunca se casou novamente. Eles se conheceram quando ainda era criança, Edmund um menino muito elevado e Violet uma criança sem irmãos com espírito de vingança após uma tentativa frustrada de se vingar de Edmund por ter lhe jogado farinha. Anos mais tarde, em um baile em Londres, eles se reencontram e se apaixonam. Temos a oportunidade de ver como Violet superou a perda de seu grande amor, é lindo e triste e o final da um vazio imenso.

Não tenho palavras para descrever como esse livro matou a saudades de alguns personagens e ao mesmo tempo me encheu de saudades de outros. Julia Quinn acertou em escrever E Viveram Felizes Para Sempre, foi o desfecho perfeito para a série. Os contos são curtos e sem delongas, com uma narrativa fácil e fluida. Vale à pena ler para você que já conhece a série inteira! ()

Vemos melhor algumas coisas quando paramos para pensar a respeito.  ❞

Melhores Quotes:
 É incrível a força que uma pessoa pode fazer quando devidamente motivada. ❞

Primeira frase:
Matemática nunca foi o forte de Daphne Basset. ❞

Última Frase:
 Sempre.

Título: E Viveram Felizes Para Sempre
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Classificação: 5/5 ❤ favorito

A Série

  1. O Duque e Eu
  2. O Visconde que me Amava
  3. Um Perfeito Cavalheiro
  4. Os Segredos de Colin Bridgerton
  5. Para Sir Phillip, Com Amor
  6. O Conde Efeitiçado
  7. Um Beijo Inesquecível
  8. A Caminho do Altar
  9. E Viveram Felizes Para Sempre
Anúncios

2 comentários sobre “[RESENHA] E Viveram Felizes Para Sempre – Julia Quinn

  1. Oiieee tudo bom?

    As capas desses livros da Julia são lindas, mas infelizmente a série não funcionou para mim… Tentei ler O Duque e eu e terminei a leitura mas não foi uma história que chegou a me cativar demasiado, assim que terminei abandonando a série. Quem sabe futuramente eu dê outra oportunidade.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s