[RESENHA] 13 Reasons Why: Quando a série supera o livro

13 reasons whyTítulo: 13 Reasons Why
Direção: Brian Yorkey
Emissora: Netflix
Temporada: 1
Episódios: 13
Classificação: 5/5 ❤ favorito

A série gira em torno de Clay Jensen, um estudante tímido do ensino médio, que encontra uma caixa na porta de sua casa. Ao abri-la, ele descobre que a caixa contém sete fitas cassete gravadas pela falecida Hannah Baker, sua colega que cometeu suicídio recentemente. Inicialmente, as fitas foram enviadas para um colega, com instruções para passá-las de um estudante para outro. Nas fitas, Hannah explica para treze pessoas como eles desempenharam um papel na sua morte, apresentando treze motivos que explicam porque ela se matou. Hannah deu uma cópia das fitas para Tony, um de seus colegas da escola, que avisa para as pessoas que, se elas não passarem as fitas, as cópias vazarão para todo mundo, o que poderia levar ao constrangimento público e vergonha de algumas pessoas, enquanto outros poderiam ser ridicularizados ou presos.

“Que conveniente. Culpe a vítima”

Quando eu assisti 13 Reasons Why na semana de sua estréia eu não tinha palavras para descrevê-la nessa resenha, por isso adiei alguns dias até que eu conseguisse encontrar um modo de falar sobre algo tão bom e tão triste ao mesmo tempo.

13 Reasons Why é adaptação do livro de Jay Asher e vai contar a história de Hannah Backer  (Katherine Langford) , ou melhor a morte de Hannah Backer. Tudo começa quando Clay Jensen (Dylan Minnette) recebe uma caixa com fitas cassetes, nela contem 13 motivos por qual Hannah levou a cometer o suicido, e possuir aquelas fitas significava fazer parte ou ser um dos motivos.

Clay era apaixonado por Hannah, ouvi-la falando sobre sua morte, os fatos que aconteceram o deixava doente, a ponto de quase desistir de querer ouvir todas as fitas. Do outro lado da história, há os pais de Hannah processando a escola por acreditavam que a filha tinha sofrido bullying e ninguém tomou medidas cabíveis tanto para ajudá-la, como para punir os responsáveis.

“Às vezes, quando não há justiça, você precisa cuidar disso.”

13 Reasons Why reflete na juventude, no ensino médio, uma série criada para atingir o publico jovem, mas que ultrapassa qualquer faixa etária. Como destaque da série têm o mistério que envolve o personagem central, conforme conhecemos Clay, nos perguntamos o que poderia ele ter feito de tão grave para ser um os “porquês”, ao mesmo tempo o que de tão grave aconteceu com Hannah que desistiu da vida?

13 Reasons Why 1

Um ponto que vale ser ressaltado é a narrativa introduzida, Hannah em alguns momentos soava como cruel e sarcástica, assim atingindo uma espécie de tortura psicológica nos seus alvos. A série se desenvolve e cresce gradativamente, conforme se aproxima do fim um clima pesado e perturbador se instalam, causando até mesmo desespero no telespectador. Inicialmente vemos Hannah como uma garota normal e feliz, inimaginável que algo poderia estar de errado com ela, é exatamente nesse ponto que a série toca, para todos sempre esteve tudo bem, é por isso que na narrativa, o passado, as cenas são mais coloridas e cheia de vidas, já o presente é em tons frios, simbolizando o luto.

A maioria dos adolescentes apresentado na trama são expressivos, calorosos e demonstram o peso da culpa. Em alguns momentos acompanhamos a vida de cada um brevemente. Vidas tristes, mudanças, alcoolismo, abandono, dinheiro e drogas.

13 Reasons Why têm um papel muito mais importante do que entreter o telespectador, a série aborda diversos assuntos polêmicos ainda em nossa sociedade. Em uma entrevista, o diretor disse que algumas cenas foram criadas para ser chocantes. E de fato elas chocam, incomodam e nos fazem pensar. Em alguns episódios se inicia com Alerta de Riscos com cenas perturbadoras.

13 Reasons Why 2

O bullying foi o tema mais abordado na série, e o que mais chamou atenção pelo fato de quebrar a visão patética de que alguns atos são inofensivos, mas sim que esses mesmos atos podem causar grandes estragos, como no caso de Hannah Backer. Porém não foi só o bullying abordado, teve também questões sobre o estupro, a negligencia, questão financeira, desigualdade e a pressão para escolher um futuro na Universidade.

Enfim, 13 Reasons Why foi sem duvidas a melhor série que assisti esse ano. Vejo muitos debates em redes sociais por causa dessa história, isso mobilizou muita gente e abriu uma série de discussões. Fico feliz por isso, é algo que realmente precisa ser discutido, falado, questionado, o meu desejo é que vá além, que possa ajudar as pessoas, que o bullying “inofensivo” acabe. No serviço de streaming você encontrará um bônus intitulado “Tentando Entender Os Porquês”, vale à pena assistir, é onde atores, diretores, escritor e produtores discutem cenas importantes da série.

#NãoSejaUmPorquê

Confira playlist de 13 Reasons Why:

Anúncios

19 comentários sobre “[RESENHA] 13 Reasons Why: Quando a série supera o livro

  1. Capricho é pouco pro post de hj……amei cada detalhe…o trailer, trilha sonora, trechos citados, foto com dados técnicos…impecável! Parabéns! ❤
    Quanto ao enredo concordo com vc, tb achei que chocou e, assim como no livro, consegui tirar tantas mensagens positivas da série…. Acredito que seja um grande alerta não só pra adolescentes, mas pra pais, colegas e até mesmo pra aqueles que passam pelos mesmos problemas que a protagonista enfrentou.
    As cenas, elenco, figurinos e cenários fizeram jus a tudo que imaginei ao ler a obra de Jay Asher, com um estilo que une o contemporâneo ao clássico (com toda a questão da gravação de fitas e antigos aparelhos de som junto ao ambiente das escolas americanas modernas).
    Enfim…não me faltam elogios pro livro, pra série e pro post de hj! 🙂 😉

    Curtido por 1 pessoa

    • Oii amiga!
      Obrigada por tantos elogios, vc me ajuda tanto indiretamente nesses posts!!
      Sobre o livro e a série, apenas uma palavra: Incríveis! Amei tanto essa série, ela passa uma mensagem importante e serve de alerta para todos.
      Beijinhos!

      Curtir

  2. Oi Leisiane, sua linda, tudo bem?
    A sua impressão é a mesma da maioria: muito melhor do que o livro. Já vi alguns comentários dizendo que a série emociona muito mais e consegue tocar de uma forma muito mais profunda. Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro e nem de ver a série, mas com certeza o farei. Eu fico feliz com tamanha repercussão, pois são assuntos graves, que realmente acontecem e deixam muitas vítimas. Precisamos falar e acabar com essas atitudes o quanto antes.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    • Oii Cila querida!! Tudo e vc?
      Ah por favor leia e assista (nessa ordem)! Ambos são maravilhosos, mas afirmo que a série toca mais profundamente, não sei se é pq é visual e o livro fica por conta da imaginação, mas é muito boa… Vale a pena!
      Beijinhos!

      Curtir

  3. Leisiane, sua linda! Que resenha, han? Fiquei sem fôlego relembrando das cenas, recordando do sentimento que senti ao assistir a série! Assim como você, ainda não encontrei um modo de escrever uma resenha que transponha tudo o que senti ao assistir esta série! Como você bem falou, o enredo é chocante, mas extremamente necessário para transmitir a mensagem do que Hannah sofreu. Confesso a você que em alguns episódios eu chorei, chorei igual a um bebê! Pois tem cenas fortes!
    Parabéns pela resenha, você conseguiu escrever exatamente o que eu senti ao ver a série.
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    • Oii Malu!!
      Eu tentei não chorar, mas a cena da morte da Hannah e Clay ouvindo a fita dele me desmoronou….
      A série é muito boa, tão boa que achei melhor que o livro…
      Até quero assistir de novo futuramente!
      Beijinhos!

      Curtido por 1 pessoa

  4. Les, que resenha! Adoro ver opiniões sobre a série, eu amei demais tudo, eu super apoio que a série precisa ser mais discutida e seu texto aborda tudo! Eu acho que a série cumpriu o seu papel: chocar e levar a questão. Eu só espero pela segunda temporada, espero q

    Curtido por 1 pessoa

        • Qual é a sua teoria? Vamos discutir hihihihih!!
          A minha sobre Alex é que ele não tentou se matar, ele levou um tiro do Tayler! Pq no final mostra Tayler guardando a arma e tirando a foto do Alex do varal.

          Curtido por 1 pessoa

        • A minha teoria é que o Tyler será o terrorista agora rsrsrs Também acho que ele tentará matar todos… Mas eu acho que ele tirou o do Alex porque o ALex foi legal com ele da última vez, lembra? Apesar de ter dito que não eram amigos, ele defendeu o Tyler do babacão lá. Eu achei isso, não tinha pensado que talvez foi ele quem atirou hahahaha Se foi será um plost muito foda!

          Curtido por 1 pessoa

  5. Realmente, a série é mil vezes melhor que o livro. Eu terminei o livro e fiquei com tantos sentimentos conflitantes. Mas não foi um que me fez querer dar 5 estrelas. Já esse seriado, meu Deus. Eu fiquei com ele na cabeça por diaaas e dias! Tenho certeza que essa história vai ajudar muitas pessoas. Tanto as vítimas quanto as pessoas próximas à perceberem os sinais.

    Beijooos!!
    Ficou muito boa sua resenha!

    Literatura Estrangeira

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oi Leisiane,

    Eu ainda não assisti essa série e pretendo ver quando a hipe dela passar. Não conheço o livro, mas sei do que se trata e é pesado. Tá bem legal a movimentação na internet sobre a depressão e suicídio, que são assunto que temos que falar.

    Espero que quando eu ver também me toque e emocione. 🙂

    Bjs, @dnisin
    http://www.sejacult.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  7. Excelente post!
    Realmente a série é muito boa e faz com que as pessoas reflitam sobre vários assuntos importantes, como o suicídio e o bullying.
    As cenas são incomodam e chocam, mexem mesmo com o público. E não foi diferente comigo. A cena que mais me marcou foi a que Hannah corta os pulsos. Chorei na hora. Muito triste!
    Beijos e até mais!
    🙂

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s