Crítica | Orgulho e Preconceito e Zumbis

Orgulho e Preconceito e ZumbisTítulo: Orgulho e Preconceito e Zumbis
Direção: Burr Steers
Duração: 107 min.
Origem: EUA
Classificação: 4/5

Eu sempre achei filmes e séries sobre zumbis chatos. O motivo é simples, os zumbis são previsíveis e repetitivos, além de serem uns mortos ambulantes famintos por cérebros. Até que lançaram o filme Orgulho e Preconceito e Zumbis que criou um zumbi mais “vivo”, capaz de falar e agir com coerência.

Baseado na obra homônima de Seth Grahame-Smith que por sua vez é uma releitura de um clássico de Jane Austen, Orgulho e Preconceito e Zumbis se passa no século XIX em uma Inglaterra com lordes, ladys e costumes da época. O filme foi uma surpresa para mim, pois não tinha muitas expectativas, então não sabia o que esperar. 

Acontece que Orgulho e Preconceito e Zumbis tem tudo o que importa, a emoção, o romance, a Jane Austen presente o tempo todo, nos personagens, até mesmo no enredo, e é claro os zumbis! Por isso tornou-se uma grande surpresa, a qualidade na adaptação foi muito boa.

O filme se inicia com a Peste Negra e sua proliferação nos navios colonizadores. Em pouco tempo, os mortos voltam à procura de carne humana. Londres foi totalmente destruída e isolada por muralhas, os poucos sobreviventes vivem isolados. E mesmo assim, eles mantêm uma vida no mais normal possível com seus costumes e tradições com toda horda de zumbis em volta pronta para atacar.

As irmãs Bennet, são guerreiras treinadas em artes marciais. Em um baile, Jane Bennet (Bella Heathcot) e Elizabeth Bennet (Lily James) conhecem o Mr. Bingley (Douglas Booth) e seu não tão adorável amigo, Mr. Darcy (Sam Riley), eles são recém chegados à cidade. Enquanto o Mr. Bingley se interessa profundamente por Jane, Elizabeth e Mr. Darcy dão início a uma relação de amor e ódio que se estenderá ao longo do filme.

Nessa adaptação, vemos que tanto Jane Austen quando a nova releitura de sua obra abordar o protagonismo feminino e o empoderamento das mulheres. A personagem Elizabeth Bennet, quebra a imagem de mulher dona de casa que sabe cozinhar e costurar, ela enfrenta tabus e sabe se defender com ou sem armas, e não deixava nenhum homem exercer domínio.

Orgulho e Preconceito e Zumbis 1

O filme tem romances engatilhados, ação e humor. E o que garante que o longa fique ainda melhor, são os atores, Charles Dance, SIM é o Tywin Lannister de Game of Thrones, e ele não é o único de GOT, temos também Lena Headey, a nossa não tão amada Cersei Lannister, enquanto Charles vive o pai das irmãs Bennet, roubando a cena toda vez que aparece, Lena é uma guerreira lunática pronta para matar qualquer zumbi que entrar em seu campo de visão.

Detalhes importantes que fazem diferença em um filme é o capricho em figurinos e direção de arte, que sem duvidas Orgulho e Preconceito e Zumbis atendeu muito bem essa demanda, outro ponto foi os zumbis com tanta produção. A trilha sonora é uma pouco mais contida, mais para o lado clássico da música.

Em suma, é um filme agradável de assistir, em nenhum momento me assustei com zumbis, e fiquei apaixonada pelos romances, por isso gostei da adaptação, mesmo com algo tão fora de característica como zumbis, o filme lembra muito as obras da Jane Austen.

 

Anúncios

11 comentários sobre “Crítica | Orgulho e Preconceito e Zumbis

  1. Respeito muito a sua opinião, querida amiga, mas jamais perderia meu tempo para assistir a um filme destes, aliás, acho uma completa aberração filmarem algo deste tipo e estragarem uma história tão bem escrita por Jane Austen.
    É uma pena o que Hollywood, colocando zumbis em tudo o que podem.
    Um pequeno desabafo de alguém que gosta muito do seu blog e, da sua amizade.

    Curtido por 1 pessoa

    • Oii Alex, respeito muito sua opinião e inclusive acho ela bem valida, pensei a mesma coisa quando descobri sobre o filme, mas por incrível que pareça esse filme foi adaptado de um livro que é a releitura de Orgulho e Preconceito da nossa querida Jane Austen, e sim achei o livro um tanto chocante por colocar um zumbi na obra original… Mas sobre o filme eu foi bem realista em minha opinião pq de fato o filme me agradou, tem um elenco bom e um cenário legal.
      Abraços!!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Não sei como mas vc conseguiu me fazer ter vontade de ver um filme com zumbis!!!!!!! ahahahhaa
    Assim como vc tenho um certo preconceito com a classe morta-viva… mas vc acertou cmg quando disse que esses zumbis pensavam por si próprios e quando citou o elenco de GOT…agora não tem jeito..mais um filme pra lista! ;P
    Beijos amiga linda talentosa e agora menos preconceituoza com zumbis hahahah

    Curtir

  3. Ahhh! Eu vi esse filme essa semana! hahaha Que legal ver você falando dele por aqui! Achei o filme bem legalzinho, gostoso pra passar o tempo. Adorei os zumbis diferentes, e o clima um pouco sombrio do filme. Sem contar o casal principal Elizabeth Bennet e Mr. Darcy
    E você viu que tem mais um pedacinho do filme depois dos créditos? Dá a entender que vai ter continuação haha
    Beijos!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s