[RESENHA] A Rosa e a Adaga – Renée Ahdieh

a-rosa-e-a-adagaTítulo:  A Rosa e a Adaga – A Fúria e a Aurora # 2
Autora: Renée Ahdieh
Editora: Globo Alt
Páginas: 364
Classificação: 5/5 ❤ favorito
Adicione: Skoob
Compre: Amazon | Saraiva

Atenção: Essa resenha contém spoilers do livro anterior.

A jovem Sherazade chegou a acreditar que seu marido, Khalid, o califa de Khorasan, fosse um monstro. Mas por trás de seus segredos, ela descobriu um homem amável, atormentado pela culpa e por uma terrível maldição, que agora pode mantê-los separados para sempre. Refugiada no deserto com sua família e seu antigo amor, Tariq, ela concentra forças para quebrar a maldição e voltar a viver com seu verdadeiro amor.

Nunca foi sobre pertencer a alguém. Era fazer parte de um alguém.

A Rosa e a Adaga é o desfecho da história que se começou em A Fúria e a Aurora escrito por Renée Ahdieh, ambos os livros foram publicados pela editora Globo Alt. Eu comecei lendo essa obra com uma expectativa muito alta, o motivo é porque amei a leitura do primeiro volume, estava animada demais para sua continuação, e minhas expectativas foram atendias. A Rosa e a Adaga é um livro incrível que adentrou em um universo desconhecido por mim, explorando a cultura árabe e mesclando com a história recontada de Mil e Uma Noites.

Sherazade, após ser levada de Rey por Tariq é encaminhada para um acampamento onde encontra sua irmã e também seu pai ferido após usar magia negra, desacordado e abraçando a um livro misterioso. Shazi não se sente segura, não sabe em quem confiar, até mesmo em Tariq, sua primeira paixão, ela está em meio a inimigos que planejam atacar Rey e matar o Califa, seu marido. As pessoas acreditam que ele é um mostro que mata mulheres inocentes sem qualquer motivo aparente. Cujo motivo que Shazi veio a descobrir ser maior do que aparenta. Enquanto isso, Khalid está tentando reconstruir sua cidade, lamentando o seu destino e com o peso da maldição em suas costas. Além de tudo, está sob ameaça de uma guerra, no qual não tem muitos aliados. Mas Shazi está fazendo de tudo o que é possível ao seu alcance para enganar as pessoas a sua volta, escondendo seus verdadeiros sentimos, e arquitetando planos para salvar Khalid da maldição e evitar uma guerra iminente.

A rosa e a Adaga

— Me dê um amor que valha a pena ou uma bela morte!

A Rosa e a Adaga me conquistou completamente, fiquei muito envolvida com a trama, os cenários diferentes do que eu costumo a ler merece destaque, toda a cultura árabe é bem trabalhada para o leitor não se perder, além de personagens incríveis como Sherazade e Khalid. Renée Ahdieh criou um enredo perfeito, mesclando bem o romance e a fantasia. A autora tem uma escrita fácil, uma narrativa fluida e com certeza vou querer ler mais obras da autora.

Sherazade foi uma personagem incrível desde o começo da história em A Fúria e a Aurora, e nesse desfecho ela elevou mais ainda o seu desempenho. Aqui, Shazi descobre seus talentos com a magia, luta por aqueles que amam, e ainda é ela quem que segura toda a ação do livro. Mais uma obra que leio sobre o empoderamento feminino, muito gratificante. Khalid teve uma grande mudança de um livro para o outro, no volume anterior, o Califa usava uma mascara fria e até cruel às vezes, mas agora ele se mostra mais cativante, bondoso e apaixonante. A autora trabalha melhor os personagens secundários, aprofundando mais sua história, o que foi muito bom conhecer um pouco mais. O único incomodo que eu tive ainda lendo A Fúria e a Aurora e continuou me incomodando, mas que não fez diferença em minha avaliação, são as idades dos protagonistas, achei que a autora usou uma idade muito nova que contradiz com as atitude deles.

Em suma, A Rosa e a Adaga é um livro incrível que indico para os amantes dos gêneros fantasia e romance. Vale a pena ler essa duologia e se aventurar na cultura árabe, na ação, no drama e na paixão.

Melhor Quote:
E o amor? O amor era algo que podia mudar muito uma pessoa. Trazia tanto alegria como sofrimento, e trazia no seu bojo os momentos que definiam o caráter.
O amor dava vida as que não viviam. Era o maior poder de todos.
No entanto, como em todas as coisas, o amor também tinha seu lado negro.

Primeira frase: 
A menina tinha onze anos e nove meses.

Última Frase: 
Haroun e o tapete mágico.

*A DUOLOGIA*

capa-a-furia-e-a-auroraa-rosa-e-a-adaga

Anúncios

6 comentários sobre “[RESENHA] A Rosa e a Adaga – Renée Ahdieh

  1. Nossa, o livro parece maravilhoso ❤ Ele tem tudo que eu costumo gostar em um romance… E essa capa? Gente, estou apaixonada!!
    Adorei a resenha, os spoilers só me deram vontade de ler essa duologia agora! Vou agora adicioná-los na minha lista de desejados e assim que eu tiver a oportunidade, irei comprar ^^

    xoxo
    Fora do Contexto

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s