[RESENHA] Todo Dia – David Levithan

todo diaTítulo: Todo Dia
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 280
Classificação: 4,5
Adicione: Skoob
Compre: Amazon | Saraiva

Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrarem a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por um gênero. Apaixonei-me por indivíduos.


O livro conta a historia de um protagonista muito peculiar chamado “A”. Ele não possui gênero, cor, classe social ou aparência física. Trata-se de “uma alma”, que acorda em um corpo diferente e vive a vida de um desconhecido por 24 horas, não tendo controle sobre quem ou onde estará a seguir. As coisas sempre foram assim para ele, que teve de se adaptar e criar suas próprias regras de convivência e de interferência naquelas vidas.

Atualmente, já com dezesseis anos de idade, “A” tenta ocupar os corpos respeitosamente, não quebrando a rotina, nem influenciando nas decisões pessoais de ninguém. Isso tem funcionado bem, ele tenta tirar proveito do dia e passa despercebido pelos amigos e familiares da pessoa “invadida”. Ocorre que, depois de tanto tempo vagando sozinho, sua vida cruza com a de uma garota, que faz tudo ter sentido, faz sua vida incomum valer a pena.

Rhiannon é uma adolescente tímida, de aparência frágil, mas também é forte e segura por dentro. “A” sente sua intensidade e valoriza cada detalhe de sua personalidade, diferentemente de Justin, seu atual namorado e em cujo corpo “A” vive por um dia.

Depois daquele dia, depois dela, “A” quebra suas próprias regras e convenções, tudo gira em torno de um único motivo: estar ao seu lado. Não mais lhe importa como amanhecerá seu exterior, onde estará localizado, ou as consequências que irá causar ao dono da vida usurpada.

Esse ponto da trama destaca como o amor pode mudar o modo de agir de uma pessoa, transformando sua vida por completo. “A” se sente realmente vivo, o sentimento o guia, e sua vida monótona, sua mera existência, ganha cor, brilho… Até que é tarde demais para voltar atrás.

Mas não há como deixar de se perguntar… Poderia “A” dizer a verdade a Riahnon? Conseguiriam levar um romance a diante? Seria justo alterar a vida de pessoas inocentes em busca desse amor? Até que ponto tais interferências passarão despercebidas?

todo dia 2

Me flagro sorrindo quando ela se aproxima, e ela retribui. Simples assim. Simples e complicado, como a maior parte das coisas verdadeiras.

David Levithan foi brilhante na escolha do tema e com sua narrativa doce e fluída transporta o leitor a um mundo desconhecido e cheios de lições de vida. Ao mesmo tempo em que o protagonista vive suas próprias crises e angústias internas, também tem que lidar com diferentes corpos e as próprias perspectivas de vida que cada um deles traz consigo.

A cada novo dia há um novo desafio, um novo jeito de encarar o mundo. Vidas em depressão, preconceito, dor, casos extremos de tentativa de suicídio, homossexuais buscando sua própria forma de amor, cegos, obesos, feios, bonitos demais, escravos do corpo, viciados em abstinência, e muitos outros enfoques são dados pelo autor, deixando uma sensação de aprendizado a cada capítulo.

Ao meu ver, o grande diferencial do livro é justamente este, destacar como todo jovem-adulto possui angustias e reflexões próprias da fase, mas cada um deles lida com isso a seu próprio modo. Além de destacar o amor em sua forma mais pura, pela pessoa em si e não por sua aparência física. O livro é bem escrito, é curioso e fácil de ler. O romance me emocionou muito e tocou a fundo meu coração.

Senti falta de mais explicações sobre a vida do personagem principal, me deparei com esclarecimentos vagos e ambíguos e isso me angustiou um pouco, principalmente no desfecho. Compreendo se tratar de um tema de difícil abordagem por ser tão diferente, e que talvez o autor tenha preferido deixar o sentido maior dessa existência a critério da imaginação das pessoas. Mas eu realmente senti falta desses esclarecimentos. De toda forma, a obra não perde seu destaque por isso, continuo o classificando como um livro acima da média, que sai da mesmice e nos leva a muitas reflexões.

Posso dizer que a leitura de “Todo Dia” acrescentou muito em minha vida. É um ótimo livro do gênero jovem-adulto, que faz o leitor questionar os valores da nossa sociedade atual e perceber que todas as pessoas têm problemas, o que muda, de fato, é a maneira escolhida para enfrentá-los.

Melhor Quote:
É como se, ao amar alguém, essa pessoa se tornasse sua razão. E talvez seja o universo; talvez eu tenha me apaixonado por ela porque preciso de uma razão. Mas não acho que seja isso. Acho que eu teria continuado, invisível, se eu não a tivesse conhecido.

Primeira frase: 
Acordo.

Última Frase: 
(…)corro.

BRUNA MARTINS

4 comentários sobre “[RESENHA] Todo Dia – David Levithan

  1. Oii Amiga,
    Sou louca para ler esse livro desde a primeira vez que você me falou dele, mas sabe como é essa vida de leitor, mil livros, zero tempo.
    Sua resenha está linda, da para sentir que é um livro tocante de reflexivo, tenho certeza que vou gostar qdo ler. Tem uma coisa que sempre fico imaginando “Como será o destino de ‘A'”? Como ficará esse amor? Quero ler para saber dessas coisas…
    Parabéns pela resenha bem escrita amiga!
    Beijinhos ❤

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Leisi!
    Muito obrigada, amiga! Fico feliz pelo espaço e por ter gostado da resenha….
    Compreendo totalmente…rs…até hj não consegui ler o volume 2 dessa obra que me deixou tão curiosa e tão ávida por respostas….vida de leitor não é fácil…hihiih
    Espero que vc leia um dia, super vale a pena…vc viu os quotes, que coisa mais linda? ❤ 🙂
    Beijos, ótimo dia pra vc!

    Curtir

  3. Eu tenho esse livro na estante e até hoje não li, sei que ele é muito bem elogiado e é o favorito de muitos. Espero gostar da leitura, quem sabe eu ainda não faça esse ano. Estou me dando muito bem com as indicações do AL.

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi Luan! 😀
    Ah esse livro….vale tanto a pena! Eu realmente acho que vc vai adorar! Além do romance tem toda essa abordagem do estilo de vida de cada um e de como não julgar e saber se colocar no lugar do outro….muito lindo! Mas sei como é vida de leitor hehehe até agora não consegui ler a continuação ahauhauahu 😛
    Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s