[RESENHA] Razão e Sensibilidade – Jane Austen

jane austen 1Título:  Razão e Sensibilidade
Autora: Jane Austen
Editora: Martin Claret
Páginas: 233
Classificação: 5/5 ❤ favorito
Adicione: Skoob
Compre: Amazon | Saraiva

Após a morte de Henry Dashwood, sua esposa e filhas – a sensata Elinor, a romântica Marianne e a jovem Margaret – veem-se empobrecidas e obrigadas a trocar sua confortável mansão por um pequeno chalé em Barton Park. Enquanto Elinor é controlada e cautelosa, Marianne demonstra abertamente seus sentimentos, recusando-se a adotar a conduta hipócrita que é esperada dela. As irmãs enfrentam grandes desafios em suas vidas amorosas e são forçadas a encontrar o equilíbrio entre razão e emoção antes de conquistarem o verdadeiro amor.

Ah, como é fácil falar em controle para aqueles
que não têm seus próprios motivos para sofrer!

Razão e Sensibilidade é o primeiro livro publicado de Jane Austen, em 1811, com o pseudônimo A LadyPrimeiro preciso começar dizendo que ler um clássico, nem sempre é uma escolha fácil, há quem está mais habituado e há pessoas como eu, que leu muito pouco do gênero na vida, e escolher Razão e Sensibilidade como leitura em setembro não foi tão fácil. Primeiramente precisei ver as edições do livro, existem inúmeras editoras que publicaram os clássicos da Jane Austen, é sempre bom pesquisar quais têm as melhores traduções. O fato é que, faz um tempo que eu tenho essa edição de luxo da Martin Claret, então resolvi ler por esse exemplar. Não me decepcionei, a escrita é um pouco fora do comum, mas é totalmente legível e de bom entendimento. Segundo, ler um clássico requer uma atenção maior, por isso durante minha leitura escolhi um lugar bem calmo, com menos barulho possível onde não tirasse minha atenção da história, pois eu poderia interpretar uma frase errada e dá outro sentindo para a trama. E em terceiro, não é possível ler esse livro sem ter um dicionário perto, seja o Google ou o Aurélio, tem quem recomenda ler os clássicos sem se prender as palavras e não fazer pausa para buscar seu significado, mas eu não consigo ir adiante da leitura se eu não souber o que estou lendo.

A trama gira em torno das irmãs Elinor e Marianne Dashwood, duas jovens que ficaram órfãs de pai e foram obrigadas e se mudar para uma casa menor e com menos custos depois que o irmão mais velho, do primeiro casamento do pai, assumiu a residência atual com a cunhada nada simpática. Em Barton Park, onde fica o pequeno chalé, as irmãs Dashwood são bem recebidas pela vizinhança, logo atraindo olhares de cavalheiros interessados em casamento. Acontece que Elinor tem sentimentos pelo jovem Edward Ferrars, o irmão da cunhada, mas não parece haver reciprocidade, pois Edward na maioria das vezes é frio e de poucas conversas e para piorar a cunhada e a mãe do Sr. Ferrars nunca aprovaria um casamento entre eles. Já Marianne foi surpreendida pelo coronel Brandon, um homem de trinta e cinco anos que está interessado nela, mas Marianne julga ser muito nova para o coronel e em uma de suas caminhadas acaba tendo um encontro inesperado com jovem Willoughby, que logo arrebata seu coração.

Razu00e3o e Sensibilidade.jpg

Quando a mente não quer ser convencida,
sempre encontra algo para inspirar-lhe dúvidas.

Razão e Sensibilidade é a minha primeira leitura da autora Jane Austen, eu tentei não criar muitas expectativas devido ao fato de ser a autora mais falada na atualidade, mesmo tendo passado duzentos anos após sua primeira publicação, mas foi impossível, a trama me prendeu inteiramente logo de cara, e em três vezes que peguei o livro para ler, eu terminei a leitura, não sei bem o que estava esperando, mas fui surpreendida de várias maneiras, a começar com a personagem Elinor, me identifiquei bastante com ela, pois Elinor é a razão, a sensatez, a que resolve os problemas, não age por impulso ou e muito menos fala com o coração. Já Marianne é o oposto, é mais sensível, sonhadora, fala com o coração e age por impulso. As duas foram um dueto maravilhoso que conduziu a história com várias reviravoltas e um desfecho inesperado.

Tenho que afirmar que a escrita de Jane Austen é maravilhosa, mesmo não estando adaptada a ler clássicos, logo me vi fazendo uma leitura rápida, mas há momentos de incerteza sobre a compreensão de algumas frases, e tive que voltar a ler para ver se eu tinha entendido direito, mas isso não é um problema durante a leitura. Um fato que fiquei um pouco decepcionada, foi o final corrido, esperava a autora ter trabalhado mais a forma como ficou a vida de Elinor, pois na maior parte da leitura, Elinor ficou de lado para ajudar a irmã, inclusive reprimindo seus sentimentos e dores.

Mas em suma, Razão e Sensibilidade é um livro maravilhoso no qual orgulho em dizer que entrou em minha lista de super favoritos, e por falar em orgulho, minha próxima leitura será Orgulho e Preconceito e mais uma vez estou tentando não criar expectativas em relação ao livro, mas é impossível. Minha dica para vocês leitores que não leu Jane Austen ou não lê clássicos, é que vale a pena dar uma chance.

Nesta edição de luxo da editora Martin Claret,encontra-se três obras da autora: Razão e Sensibilidade; Orgulho e Preconceito e Persuasão. Farei a resenha separada em cada postagem. Quanto à edição, posso dizer que está maravilhosa!

Melhor Quote:
Seja quais forem suas ocupações, sua entrega ao que se faz não deve ter limites, nem deixar que tenha o senso do cansaço.

Primeira frase: 
A família Dashwood havia muito se estabelecera em Sussex.

 

 

7 comentários sobre “[RESENHA] Razão e Sensibilidade – Jane Austen

  1. Oi gêmea!
    Amei a nossa leitura de setembro (uma delas hehehe) …Ler Jane Austen pela primeira vez tinha que ser em conjunto né?! ❤
    Sua resenha esta extremamente bem escrita e suas opiniões me pareceram super sinceras e positivas…amei! 😉

    SOBRE A AUTORA: Também acho que a leitura de clássicos requer um ritmo diferente e exige mais concentração do leitor…mas, como vc mt bem ressaltou, Jane escreve muito bem…é fluído e muito a frente de seu tempo! Adorei o fato de, através dos personagens, conseguir entender como a autora pensava e se portava frente as exigência machistas que a época lhe impunha!

    SOBRE OS PERSONAGENS: Me apaixonei pelos personagens e senti muita raiva de outros!rs São todos intensos, reais e com a personalidade bastante detalhada no livro. Mariane amadureceu mt durante a trama e me surpreendeu imensamente..Já Elionor smp muito centrada e certinha já desde o início, mas doce e super amorosa com a família manteve esse comportamento durante todo o livro….Brandon me passou confiança e solidez, embora também uma certa melancolia. Edward me confundiu com seu jeito gentil e introspectivo, mas sempre educado…o final desse personagem tb foi inesperado por mim! Sobre Willoughby prefiro nem comentar ahahahahh

    Que venha a próxima leitura das gêmeas! Beijinhos

    Curtir

  2. Leisiane, até hoje ainda não li uma obra de Jane Austen #vergonha. Toda vez é para eu começar Razão e Sensibilidade, mas acontece alguma coisa. Sua resenha tá maravilhosa <3, o que só me faz perguntar, por que eu ainda não li esse livro, meu Deus!
    Beijos, linda!

    Curtido por 1 pessoa

    • OOOii Malu!!
      Saudades, eu ando sumida de vc tbm!
      Então menina, eu tbm nunca tinha lido Jane, mas agora estou completamente apaixonada por Razão e Sensibilidade, eu tbm já li Orgulho e Preconceito, mas não fiz resenha ainda, porem já te adianto que eu ainda prefiro razão e sensibilidade..
      Beijinhos!!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Olá Leisi, eu já tinha lido esse livro há um tempo atrás e recentemente assistir a adaptação cinematográfica com a Emma Tompson, curti ambas as adaptações, porém durante a leitura eu não consegui me conectar com os relações amorosas vividas pelas duas irmãs. Ainda que eu tenha gostado do livro, não é um dos meus preferidos da autora. Amei a sua resenha!

    Beijos!

    Luan – Carpe Diem Literário.

    Curtido por 1 pessoa

    • OOii Luan!!
      Preciso dizer que eu amei Razão e Sensibilidade, bem mais que Orgulho e Preconceito. A questão do Romance vivido pelas personagens foi algo mais calmo e natural igual era na época, por isso entendo q mta gente não gostou. Mas eu amei!!
      Beijinhos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s