[RESENHA] Os Meninos Que Enganavam Nazistas – Joseph Joffo

Os Meninos Que Enganavam NazistasTítulo:  Os Meninos Que Enganavam Nazistas
Autor: Joseph Joffo
Editora: Vestígio
Páginas: 320
Classificação: 5/5
Adicione: Skoob
Compre: Amazon | Saraiva

Paris, 1941. O país é ocupado pelo exército nazista e o medo invade as casas e as ruas francesas. O poder de Hitler se mostra absoluto e brutal na França… É durante um dos períodos mais turbulentos da História que a emocionante narrativa de Joseph e Maurice se desenrola. Irmãos judeus de 10 e 12 anos de idade, eles perambulam sozinhos pelas estradas, vivendo experiências surpreendentes, tentando escapar da morte e em busca da zona livre para ganhar a liberdade. Essa é uma história real, autobiográfica, cuja espontaneidade, ternura e humor comprovam o triunfo da humanidade e da empatia nos momentos mais sombrios, quando o perigo está sempre à espreita… Os meninos que enganavam nazistas conta a fantástica e emocionante epopeia de duas crianças judias durante a ocupação, narrada por Joseph, o mais jovem.

É sempre quando vamos embora que nos damos conta
de que nos apegamos às coisas.

Os Meninos Que Enganavam Nazistas escrito por Joseph Joffo, é um relato real e biográfico, onde o autor é um dos personagens principais e o narrador da história; do seu drama vivido anos atrás, em um tempo sombrio. Ambientado na Segunda Guerra Mundial, este livro vendeu mais de 20 milhões de exemplares em todo o mundo e deu origem ao filme.

Em 1941, Paris começa ser ocupado pelo exército nazista, e o poder de Hitler invade as ruas francesas. A família Joffo é obrigada a se separar, dois pais se veem obrigados a mandarem seus filhos embora, para algum lugar considerado seguro. Joseph tem 10 anos e Maurice 12 anos de idade, irmãos e judeus, esses dois meninos seguem caminho sozinhos, tentando escapar da morte.

Este livro possui uma história tocante e emocionante, por se passar com crianças e por ser em um período tão tenebroso. Um livro que faz o leitor se apaixonar desde seu prólogo, pois as palavras que o descrevem são certamente certeiras para qualquer coração hipnotizado pôr a temática deste livro.

Os Meninos Que Enganavam Nazistas (2)

Nessa primeira manhã, descobri uma coisa muito importante: podemos gostar de um ofício e passar a detestá-lo rapidamente se as condições em que praticamos são ruins.

A narração no primeiro momento acontece como se a história fosse acontecendo no presente, mas no decorrer da narrativa o autor aborda algumas passagens remetendo ao passado e outras vezes é como se estivesse conversando diretamente com o leitor. Essa mudança não é capaz de atrapalhar a leitura, pelo contrário, torna a mais interessante e faz com que não seja cansativa.

Como todo livro que aborda essa temática, este não deixa a desejar, repleto de detalhes que torna bela a história, além de dá toda importância à narrativa. Muito bem escrito, essa obra encanta o leitor por conter exatamente as palavras certas em cada momento da narrativa. Por ser uma abordagem na visão de uma criança de 10 anos, alguns momentos mesmo que tristes e sombrios, ganham uma leve tom de humor, até porque para Joseph parecia uma aventura, até ele se deparar com o perigo cara a cara…

Relatos emocionantes de duas crianças que tentavam sobreviver apesar de diversos obstáculos que encontraram no caminho. Uma leitura minuciosa. Um livro para ser lido devagar e ser apreciado. Um ato de reflexão por tantas pessoas que sofreram em outra época, por crianças terem ser submetidas a esse tipo de jornada ou à outras muito piores. Por mais triste que seja a história, são esses detalhes que prendem o leitor e encantam, porque apesar de tudo nos mostra momentos de solidariedade, de empatia e principalmente da força de um povo que buscava sobreviver. Mostrando assim que as adversidades devem ser superadas, não importando qual seja ela, vale a pena lutar.

Impecável do começo ao fim, o livro termina da forma como deveria terminar. Contendo epílogo e um posfácio, nesse o autor relata respostas para algumas perguntas que os leitores sempre lhes faziam sobre o livro e sua jornada, assim sabemos de coisas que não aparecem no livro, outras são ressaltadas e também é apresentado um pouco sobre o filme.

Melhor Quote:
❝É bom ficar sempre com um pé atrás: o momento em que acreditamos ter vencido é sempre o mais perigoso. 

Primeira frase: 
❝Sinto a bolinha de gude entre meus dedos, no fundo do bolso…❞

Última Frase: 
❝Vejo meu reflexo na vitrine, eu e minha bolsa. É verdade, cresci.❞

O livro ganhou direitos de adaptação que foi estreia em agosto. Confira o trailer:

ROSANA BARBOSA

 

 

11 comentários sobre “[RESENHA] Os Meninos Que Enganavam Nazistas – Joseph Joffo

  1. Oi Leisi,
    Estou bem curiosa para ler e assistir o filme. Apesar que narrativas envolvendo a guerra e suas marcas, me deixam sempre deprê. E esse parece ser mais uma emocionante.
    Amei sua resenha, espero ler em breve.

    tenha uma ótima terça
    Nana – Canto Cultzíneo

    Curtido por 2 pessoas

    • Oi, Sora!

      Como eu falei na resenha, livros que geralmente se passam em tempos de guerra sempre são delicados e tocantes, às vezes até demais. Alguns momentos são pesados e angustiantes, mas o narrador Joseph torna estes mais leves pelo olhar de criança.
      É uma história muito linda. Você já leu algum livro do gênero?
      Experimente um dia, se tiver curiosidade. Esses são os livros que eu mais amo!

      Obrigada pelo comentário.

      Beijos,
      Rosana.

      Curtir

    • Oi Michele, tudo sim e você?
      Desculpa a demora. Como você está? Ah ainda não assisti o filme, mas quero muito. Se tiver interesse leia o livro, é fantástico.

      Beijos, Rosy!

      Curtir

  2. Essa resenha foi uma surpresa para mim, eu estava fuçando e conhecendo o wordpress e por acaso achei o seu blog, esse ano fiz uma lista de leitura e uma lista de filmes, e entre os 50 filmes que escolhi acredite ou não está esse filme entre eles, eu amo filmes que falam de histórias reais, e apesar de odiar o período nazista eu amo filmes com essa temática, assisti essa semana a Dama dourada e chorei metade do filme ( se não assistiu ainda, vale muito a pena ver) eu adorei sua resenha e só aguçou ainda mais minha curiosidade, obrigada.
    Abraços.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s